7.10.07

Voando dentro de mim.

Nasci com coração tatuado no braço esquerdo e fiquei pensando se isso era algum sinal de que meu destino é viver assim mesmo, mergulhada no tum-tum das coisas da vida, apaixonada por cada segundo, mesmo que toda essa paixão se reflita na irritação de quem dá tudo de si para que cada projeto seja um projeto bem concluído.

Nasci com coração tatuado no braço esquerdo e tatuei borboleta escondida pra me lembrar que minhas paixões são escolhas minhas e as escolho com liberdade de espírito, aceitando o sacrífico de ser lagarta-pesada-quase-rastejante para voar leve depois. Há liberdade no sacríficio, na transformação e na leveza do voar. E nisso tudo há tum-tum que mexe com a alma dos outros e faz tudo ficar mais azul - um azul com tum-tum, mostrando que isso não é tarefa só do vermelho-laranja.

E no correr desses pensamentos, senti que não estava mais no mundo de fora, mas perdida nesse mundão dentro de mim. Não vi quem saiu agora nem quem tocou aqui.

7 comentários:

Nikamigo disse...

Bravo...
as vezes me contento com minhas palavras, outras com os meus pensamentos... por isso sempre estou cheio... de tudo... sem papel... sem lápis... sem oratória... prefiro ler... e encontrei certamente o blog certo....

O empírico disse...

Tem um espacinho sobrando nesse mundão todo?

Lu Rosario disse...

Que lindo Beca.

Pessoas que nascem com este tum-tum alcançam os vôos mais altos.

Beijos.

ludmilesca disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ludmilesca disse...

Você conhece a Frida né?
Você tem jeito de gostar da arte dela. É todo este turbilhão de dentro que sempre aparece no seu texto!!!!
lindo!
Bezooo!

Rebeca dos Anjos disse...

Tequila!!!!!!!!

Hahahahahahahaah!!!!

Cadinho RoCo disse...

Depoimento de pura magia e merecedor de saboroso tim-tim para o tum-tum.
http://cadinhoroco.loginstyle.com

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...