11.11.08

Homenagem às letras.

Não foi com imagens que eu aprendi a refletir a vida.
Talvez, justamente por ser pessoa que usa o verbo refletir, que as imagens não cabem nos meus olhos com a melodia que as letras sustentam.
A cada sílaba escrita, seja ela de boa ou má qualidade, o coração é invadido - e isso eu só sinto quando escrevo. Muito mais até do que quando eu falo. Mais do que quando eu danço. Não mais do que quando eu olho.
Vivo com desenhos de letras. Guardo os desenhos de letras. Apaixono-me por desenhos de letras.
Mas continuo achando linda a expressão por imagens.
Letras são também imagens, não são?

3 comentários:

Fred disse...

Sim. São. Letras sao, de fato, imagens, menina do niver do Pablo.
São, e a essa arte chamamos tipografia. Nao esta corriqueira, mundana, que passa - e deve passar - desapercebida. Uma vez que o cotidiano precisa do conteudo, nao da forma.
Quando nos desvencilhamos do conteúdo imediato, aí sim, enchergamos a forma. A letra. Ahhhhh letras... formas, curvas, serifas, acentos, iluminuras. Letras são lindas. São arte. E são, portanto, duas vezes misteriosas, pois, ao mesmo tempo em que encerram um sentido em sua forma, guardam outro no significado. Brincar com a forma e o significado tem apelo mágico. Meio que como aquela velha história de ler "verde" escrito em cor amarela. leia "alto" numa letrinha achatadinha e leia "baixo", numa letra compiiiiiiida e magricela, que logo vc vai entender. Da tilt... Mas e quem disse que nao é de tilt que precisamos?!

couvesjose disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sueysa disse...

Letras...
Sim, coisa que dá tesão!
As suas estão lindas.
Parabéns por elas!
Saudade de você.
Bj!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...