5.8.11

Recuperação




Tô dentro de uma bolha e daqui ninguém me tira

Sou guerreira machucada por saltos profundos
Agora eu só quero flutuar


Não compro briga, não quero nada que exija
Só aceito colo, carinho
Agora eu só quero flutuar

Aconchego
Num mundo frio
Só deixo entrar na bolha se houver calor


Quem sabe ela abre, vira balão
E me mostra mundo novo seja onde for?

Um comentário:

Suka disse...

Algumas vezes você parece meu espelho colorido. Prosa alegre, mesmo quando se está triste, só você, Beca. Curto! =*

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...