1.8.12

Dos ciclos

Rio que transborda
E transpõe margens
Rega árvores
Desfaz pastagens,
Depois de uma gota a mais

Ciclo

Durante a cheia,
Seca-se outra gota
O rio quase seca
Mostra suas pedras 
E quem boiava
Volta a caminhar

Com cuidado


Rebeca dos Anjos

Um comentário:

Lara Amaral disse...

Olá, Rebeca! Parabéns por seu espaço com poesias leves e bonitas.
Já tinha lido algumas coisas suas.

Venho te agradecer o gentil comentário em meu blog. E já vi vc curtindo várias coisas minhas na página do facebook. Muito obrigada pelo carinho!

Grande beijo!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...