11.9.12

Labirinto



Desencontros
Atrás de formas quadradas
Quinas
Portas sem saídas
 
Assim é a vida:
Pode ser que ao dobrarmos a esquina
Um caminho sem volta
Seja parede, muro -

Labirinto é a nossa estrada.


Rebeca dos Anjos

Um comentário:

O Profeta disse...

Sou um devoto fazedor de sonhos
Um homem que segue o destino
A minha sombra nem sempre me acompanha
Nem sempre acredito haver um ser divino

Nem sempre acredito que há coisas para acreditar
Nem sempre uma viagem tem um feliz fim
Já acreditei no imenso do sentir de gente
Que me disse sentir tanto por mim

São tão perfeitas as flores
Não morrem, apenas se despem das cores
Sou tão imperfeito nesta forma humana
São tão estúpidos certos sentries

Mágico beijo

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...