8.2.13

Corroídos.


O que estará por trás de cada nome
Que está por trás de cada face?

Não sei se o nome é rótulo
Ou se a alma tem nome.

Não sei quando a face é imagem
Já que nos olhos estão o conteúdo.

Se somos nomes numa embalagem
Seremos extintos depois de abertos
Inúteis, se fechados.

Consumidos,
Em todo caso.

Rebeca dos Anjos



Rebeca dos Anjos

Um comentário:

rasgandoabismo disse...

OLá, Rebeca!
Apesar de não nos conhecermos, fiquei triste em não mais receber as atualiazações de seu blog. A que atribuir, não sei. Muito bom o poema! Gosto da forma sintética como expõe imensa sensibilidade. Abraços

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...