5.1.17

Coleciono saudades profundas
E descubro saudades futuras
Pela estrada da vida

"Todo amor é uma saudade anunciada" -
Eu mesma escrevi antes.

(...)

Impressiona que o medo da perda
Seja sempre menor do que o amar

Impressiona que a perda seja sempre ressignificada
Ganhando em outra palavra
Várias poesias

Não rimo perdas,
Mas rimo saudades
Com as gotas de lágrimas
Que só existem nos olhos de quem relembra alegrias


Rebeca dos Anjos

22.12.16

Não adianta.

Não consigo escrever a poesia sem a alma exposta
E se nela contém segredo,
Nada feito,
Nada flui.

Então explodo:

Como falar do perfume dos lírios sem falar de ti?
Como será o verso cantado,
A letra encantada,
Se te escondo para depois?

Respiro:

Você será o meu primeiro livro,
E teu cheiro de lírio
Lá estará.


Rebeca dos Anjos

12.11.16

Somos agora dois mil seiscentos e sessenta quilômetros de ponte
E mesmo que isso pareça mais distante
Na verdade não é:

O fato é que a cada quilômetro construído,
Todo cimento, tijolo e ferro erguidos
Formam estrutura forte e maleável
Ponte e cartão postal

Não é todo mundo que encara este trabalho
Arriscaria que só os apaixonados
Fazem de algo complicado
Uma ponte especial

(Rebeca dos Anjos)

5.11.16

Chegado o momento da espera
Me aquieto
Sinto e sonho
Sinto o sonho

(O sofá é um mundo inteiro quando fecho o olhos
Eu sou um mundo inteiro quando me acalmo)

Chegado o momento de espera,
O tempo da semente,
Este tempo interno,
Profundo,
Silente.

Uma exceção em tempos de variados sons,
Likes,
Notícias,
Informações

Eis o momento da espera,
O momento do (m)eu presente.


Rebeca dos Anjos

18.9.16

Enquanto você traça cronogramas,
Metas,
Planos para o longo prazo,
Alguém morre por força da natureza
Ou acaso.

É disso que eu falo quando insisto:

- Deixa fluir!

Porque a vida, como um rio,
Ou te relaxa,
Ou te arrasta,
Acaricia ou  maltrata

(...)

Tudo parte de uma coisa só,
Tudo parte de algo
Tudo parte para algum lugar
Tudo é parte.

(Rebeca dos Anjos)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...