5.2.12

Um poema para minha insegurança

Insegurança é pedra que a gente coloca no meio do próprio caminho.
Pequena, média ou grande.
Ou
Pequena e média e grande.

Desviar da pedra não adianta
Insegurança não enfrentada
Pode voltar até como pedrinhas brilhantes
Que mesmo assim atrapalha.

Surge no peito
Altera o humor
Tensiona o músculos.
Me tira a luz
Me faz um muro

Pois bem.


Ir em frente e com fé
Mesmo assim
É ir seguro
É seguir pra paz.

Rebeca dos Anjos

4 comentários:

Nadine Granad disse...

Aaaaaaaaa... foi feito para mim! rs...

Beijos =)

Boa semana!!!

Lázara papandrea disse...

e como fazer para espantar todas as pedrinhas da insegurança! tarefa difícil, pedras são teimosas! =)

Priscila Rôde disse...

Viver é ir.

Gosto muito daqui...

=)

Erica Maria disse...

Flor, adorei aqui.

Seguindo e linkando...

Bjos!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...