17.3.12

Arco e flecho



Ergo o arco
Aponto a flecha
Sem escudo ou armadura

Meu alvo é claro

É pelo peito aberto
E a cara limpa
A minha luta


Rebeca dos Anjos

Um comentário:

O Profeta disse...

O meu pranto escondeu as sílabas de uma palavra
O meu céu não precisa de Sol para ser azul
A minha emoção transbordou nesta clara manhã
Tal como as incontidas águas que correm para sul

Este Inverno que o meu querer instaurou
Tem o rosto coberto por densa bruma
Tem a força de todas as marés esta emoção
Que devolvi hoje à espuma
Doce beijo

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...