22.6.12

Agora, nesta hora.

Agora,
Enquanto morrem minhas letras,
Que nem com água de saliva doce
A fonte umedece

Agora, meu Deus,
Nesta hora,
Quando o silêncio ensurdece,
Quando as palavras misturadas nele
Viram cantos de música e extremidades
De mim mesma

Agora,
Nesta larga hora,
Eu quase acredito que me encontrei.

Quase.

Eu, que me percebia e me descrevia palavras
Agora,
Nesta curta hora,
Nada sei além dos silêncios que sabem,
Sábios,
Sabiá.

Rebeca dos Anjos



Um comentário:

Lu Rosário disse...

Encontrar-se é o que há de mais dificil nesse mundo, bem sei.

Beijos.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...