11.6.12

Poema para Silvio Vinhal*


Quando dá som às letras escritas
Quando vivencia os versos sussurrados
Em voz alta e emocionada

Quando atenta
Para o tempo
E ressuscita a voz calada...

Tudo faz sentido.

Fazem sentido as rimas de anos atrás
Que encaixam nas rimas de ontem
Que encaixam em seu violão hoje

Que encaixam
No acaso que não existe.

E por acaso
Não é a arte
O mais puro encaixe
Da peça que falta neste mundo sem amor?

Meu Deus, que alegria
Ouvir a melodia feita de cor!


De cor,
Ouvimos seu dó

Sol

Expressão de Si
Presente da vida
Para Mi(m)

Para Nós, enfim.

Que seguimos num laço sem Fim.


Rebeca dos Anjos e Fabio Rocha

*Uma homenagem ao querido Silvio Vinhal, músico com sensibilidade que vai além das notas musicais. Parceria bonita, presente da vida. Desses encontros que emocionam :)

Um comentário:

Lu Rosário disse...

Parceria linda essa... e que só poderia dar nisso poesia de sons!

Beijos!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...