19.8.12

"A noite não está boa, poeta".

Deixaram na boca do estômago
A dor de quem ultrapassa os limites
A poesia surgindo em gemidos
Palavras soltas, pouco sentindo
Ecoam:

"A noite não está boa, poeta".

O seu amor tão distante
O travesseiro de pedra
Os barulhos, as quedas
O nariz insensível
Ar que não passa feito sapo não engolido
Traduzem o conflito -

"Você me perdeu, poeta"

Você se perdeu.

Reage a alma oprimida,
A poesia perdida
Com explosão de dor
(Furor)

Extravasa -

Desentope,
Vomita
Põe pra fora
O que te afasta
Dos versos,
Das rimas,
Das letras,
Da vida.

Escancara -

"O dia será melhor, poeta".

Rebeca dos Anjos

Um comentário:

Portal de blogs teia disse...

Olá.
Gostei muito de seu blog,parabéns.
Sabia que agora seu blog pode aparecer em um portal,isso mesmo,o Portal Teia,um portal só de blogs de qualidade.
Se quiser participar é só nos fazer uma visitinha.
Até mais

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...