27.10.12

Viagem condicionada

Eu pegava uma kombi
Mochila nas costas
Olhos na estrada
Dormia em qualquer canto
Cantava qualquer canto
Na aurora da minha mocidade!

Achava que boa era estrada de terra
Pés descalços
Cheiro de mundo

Hoje reclamo
Sofro de alergias
Sorrio amarelo
Sob ares condicionados

Sou só mais uma
Pessoa urbana
Que ostenta o conforto
No lugar de viver!

Rebeca dos Anjos

4 comentários:

Fernanda Fraga disse...

E porque não? né?

Abraços

Lu Rosário disse...

E não há para onde correr, uma hora nos pegamos assim..rs

Beijos.

Antonio Carlos disse...

Eu amei isso, lindo demais!
A gente precisa viver sempre, sem perder esse espirito que voa, de estar descalço, de mochilão, e vento bom, pegando kombi pra viajar. Parabéns!

Lu Rosário disse...

Veja lá no Sem Pudor, te indiquei para o Prêmio Dardos.

Beijão!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...