27.4.06

O fim do túnel? (24º concurso - Blogueiros malditos)

A expectativa de chegar era grande, mas as mãos trêmulas denunciavam algum problema com aquele caminho. Passar por dentro da rocha era sempre angustiante para aquele pequeno menino.

Ele sabia que depois que o tubo escuro fica pra trás, falta menos pra chegar. Mas isso não importava quando ele estava lá dentro.

Coração disparado. Mãos se apertando. Nem o rádio conseguia emitir som direito. A imaginação do menino fazia a rocha esculpida encolher, engolir, sufocar, sufocando... mas a luz voltava antes que ele se perdesse em si. No rosto, o sorriso retomava sua forma normal. Não ocorreu o fim.

Os túneis tomaram outras formas ao longo da vida desse menino que agora é grande. Ele ainda sente medo. E o túnel não existe mais.

5 comentários:

Jhow disse...

Não são os túneis que nos agridem, somos nós que achamos que podemos mudar nossos destinos, inclusive alterando a natureza das coisas. Então, o medo é natural pois não é natural! Se pudessemos preferiríamos caminhos mais longos e tranqüilos, mas a vida nos coloca obstáculos para serem vencidos. Os "malditos" que se lasquem!

O empírico disse...

É mais importante é chegar no final do túnel ou o caminhar nele?

Marcelo Soli disse...

...se não fosse o escuro do túnel, não haveria a luz no final..."

???

ariadne disse...

Que ideia boa vc teve!

abração

Seria eu disse...

Este texto é muito legal!!!
E a pergunta do Bruno é realmente interessante...

Chegar ao final com o gostinho de ter passado pelos túneis da vida deve ser melhor!

Estreando aqui, aproveito pra mandar um beijão, elogiar sua coragem de começar do zero e incentivar seus sonhos(aquele casamento foi realmente lindo, né!)...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...