28.7.06

Um texto de MERDA pra descontrair.

Acordou, seguiu a rotina e foi fazer o que era parte dela. Na verdade, era rotina, mas era também um dos momentos mais prazerosos do dia.

Levantou a tábua com carinho, sentou no vaso e soltou um "ai" seguido de um peido. A bosta formada pela comida de ontem queria sair.

Mas naquele dia algo aconteceu. Um distúrbio intestinal causado por não sei o quê fez surgir uma merda seca, daquelas que rasgam o orifício apertado. Puta que pariu - foi o que ele disse.

Antes de levantar, usou duchinha ao invés de papel.

As coisas às vezes não acontecem mesmo do jeito que a gente quer.



(Uma homenagem ao meu terceiro período no curso de Economia. Ainda bem que a dor no cú sempre passa).

8 comentários:

pablo disse...

Que homenagem linda!
HUAHUHUAAHUHAUHUA

O empírico disse...

Sem dúvida nenhuma um texto de merda...

,mas um lindo texto de merda!

Te amo, minha merdinha!

Seria eu disse...

hahahah

Uma MERDA mesmo!rs

Bjuss

Marlon Vilhena disse...

Outra imagem, que usavam muito durante o meu curso de química: um nabo cônico estriado...

Ou então. Ou então!

Segunda imagem: uma garrafa de cerveja, depois de devidamente esvaziada, entrando não pelo gargalo, mas pela base.

Cristiano disse...

Um texto de merda ou uma merda de texto?

hahahahahaha

Muito bom!

quina vida disse...

bela "passagem".

até o concurso.

ariadne disse...

:-P.

bjs

Marina. disse...

'Ses cocô duro são um pobrema, viu. Tsc.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...