9.8.06

Na língua de quem entende.

Meia noite. Tudo o que era possível ser dito pelo telefone localizado na sala foi expresso.

Mas os pensamentos carregados de desejos contidos chegam ao quarto, cada qual em seu quarto. Não é preciso mesmo dizer nada. Os amantes são assim: capazes de sentir o outro apesar da distância.

Os corpos se encontram em mãos minimamente imaginárias, sorrisos reais, suspiros sensuais. A energia desses momentos voa para onde se quer estar e o ápice dá origem ao sol noturno, esse que deixa o corpo e tudo ao redor em chamas.

Dormem juntos e acordam separados.

Se encontram...

Se olham...

Se beijam...

E foi no decorrer desse beijo que esse momento foi contado.

10 comentários:

Thiago disse...

É mais ou menos por aí mesmo. Beijos.

Seria eu disse...

Que paixão!

Às vezes eu penso: "como é possível gostar tanto de alguém?"

Bjuss

O empírico disse...

Descansou a eternidade em um piscar de olhos...
Havia tempo para mais sorrisos, por que não?

O empírico disse...

Te amo

Marlon Magno disse...

Proustiano.

Marcelo Soli disse...

olha só quanta coisa bonita uma menina apaixonada é capaz de escrever!!!

beijos, menina!!!

Lu Rosário disse...

O amor nos causa momentos de grande inspriração.......beijos!

quina vida disse...

bom... não tenho muito a falar não.
ando meio tocado por um tipo de sentimento assim nos últimos tempos. posso dizer que não tenho distanciamento pra comentar. um beijo!

ariadne disse...

Eu adorei, tb ando assim apaixonada...aiaiaiai

:-)

bjs

Drosofila disse...

Lindo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...