31.5.16

Esperei um poema aparecer
Sem saber bem sobre sua primeira estrofe

Mas aí como pode?

Veio ele em terras planas,
O gado, as casas de pedra
Nas minhas lembranças:
O céu me escreveu, veja só!

Saudade!

Eu não sei bem porque,
Talvez tenha sido por querer,
Pousei minhas asas em terras montanhosas,
Calor que queima  minh'alma
Talvez só pra esse frio me confortar

Não sei bem porque
Mas estrangeira aqui não sou
Sinto-me em casa,
Vinhos e bordôs

E bossa que toca
Nessa carruagem

(Rebeca dos Anjos)

Um comentário:

Milene Cristina disse...

Nos leva a saudade pra lugares que só o coração pode entender.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...